Arquivo de Junho, 2016

ATÉ QUE CHEGUE À PALAVRA AMOR

Posted in Uncategorized on Junho 27, 2016 by jtparreira

 

 

 

Até que chegue à palavra Amor

Toda a abundância, quantas guerras

Serão precisas, até que chegue à palavra nudez

Todo o amor puro, quantas guerras

Teremos de travar com os desejos

Fulminantes dos olhos, aos quais um Apóstolo

Chamou concupiscência.

25-06-2016

©

 

 

DESCRITIVO DO AMOR NO CÂNTICO DOS CÂNTICOS

Posted in Uncategorized on Junho 27, 2016 by jtparreira

A sombra do meu amado faz arder os meus olhos.
As suas mãos perfumadas no meu rosto
São a água matinal, nos meus cabelos
O paladar dos cachos de uvas o tornam ébrio.
A chama do seu amor faz arder
As sombras. As maçãs na sua boca
São minhas, são meu alimento. A minha beleza
De jovem Sulamita o constrange, não sabe
Onde pôr a sua mão direita.
Enquanto a sua mão esquerda é um fogo
Debaixo da minha cabeça. Todos os meus ossos
Tremem com o açúcar da sua voz.

20-06-2016
©